Fossa séptica no tratamento de esgoto

A fossa séptica é uma unidade de tratamento primário de esgoto, é por meio dela que é realizada a transformação da matéria sólida contida no esgoto. Ela é um tanque enterrado que capta todo o esgoto que vem da residência e armazena os dejetos biológicos de sanitários iniciando o processo de purificação da parte líquida, os efluentes.

A fossa séptica é muito utilizada em zonas rurais que não contam com rede pública de esgoto. São formas simples e práticas de captação dos efluentes. Além disso, elas são fundamentais para combater doenças, como vermes e endemias.

Apesar de ser um meio prático para o tratamento de esgoto alguns cuidados devem ser tomados para que não haja contaminação do solo. Por isso, elas devem ficar distantes de moradias e de preferência devem ter uma ligação direta com o banheiro, para que não haja junções no encanamento e assim causar possíveis vazamentos ou entupimentos.

As fossas sépticas devem ser limpas periodicamente para evitar transbordos, eliminar mau cheiro e inibir o aparecimento de pragas que possam chegar ao solo. Para que não haja o enchimento constante das fossas é necessário escolher um tamanho que seja compatível ao fluxo de esgoto que é lançado diariamente, em média são calculados a partir do número de pessoas da casa e o consumo diário de água.

Share This Post

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Shopping Cart